MORTES E TERROR EM FAZENDA NA REGIÃO METROPOLITANA DE NATAL

Uma família inteira quase foi dizimada por bandidos na cidade de São Gonçalo do Amarante/RN. José Maria Monteiro, 44 anos, coveiro e caseiro de uma fazenda no distrito de Olho D'água do Chapéu, já voltava do curral, onde foi soltar o gado, acompanhado de um filho e um neto, quando notou a presença do grupo. Eles correram e tentaram fechar a porta da casa, mas foram vencidos.

O saldo foi a morte de José Maria, coveiro e caseiro da fazenda; o filho dele Deilson Massimiro Monteiro, 21 anos e um neto de 6 anos baleado e que está internado no Hospital Walfredo Gurgel.

De acordo com a esposa do caseiro morto, um dos assaltantes queria matar toda família, mas foi contido por outro comparsa.

Esse fato ocorreu no domingo, mas na sexta feira, 15, a sede do Serviço Autônomo de Águas e Esgotos de São Gonçalo do Amarante, foi invadida e logo em seguida os ladrões, pra não pegar COVID, levaram 50 caixas de Ivermectina, nebulizadores, Vitaminas C e D. Ainda arrombaram um cofre e levaram dois mil reais e pra refrescar, já que não viram sinal de polícia, chuparam um picolezinho de mangaba e fecharam a casa de 20 assaltos a mesma farmácia num período de 8 meses. 

Foi um final de semana em que a bandidagem agiu livremente, com direito até a se refrescar com picolés. 

A zona rural tem sido um alvo permanente de quadrilhas especializadas em assaltos à fazendas, sítios e estabelecimentos comerciais. Já passou da hora da Polícia Militar montar uma operação especial para evitar esse tipo de delito crescente que vem tirando vidas e atemorizando as famílias no interior do estado.