JULHO TERÁ VAQUEJADA?

A vaquejada de Mossoró marcada para o próximo mês de julho vai ser o marco do esporte nessa pandemia.

E pode abrir as porteiras para a retomada do esporte no nordeste.

A direção do Porcino Park Center vem tomando todas as providências necessárias para a realização da corrida, mas ainda enfrenta os decretos governamentais, o comportamento de grande parte da população que não vem contribuindo para o achatamento das curvas que são os termômetros para o funcionamento de vários segmentos da economia, entre eles, o do entretenimento e dos esportes de massa.

Uma festa sem festa. Um parque estruturado com medidas sanitárias e protetoras para os competidores e equipes de trabalho.

UFC retomou sem público, assumindo as restrições.

O futebol, com as arquibancadas vazias, não geram as rendas necessárias para sustentação das despesas dos clubes.

A vaquejada através das associações vem criando ideias novas, ajustes e mudanças que possam convencer as autoridades de que o espetáculo não vai aumentar o contágio e espalhar o vírus no estado.

Mossoró  poderá ser um marco. 

Se conseguir realizar o evento em julho, servirá de formato para a realização de um calendário diferenciado no nordeste.

E, se o novo formato for aprovado, precisa dar certo.

Aí servirá de exemplo.

Por onde passa um boi, passa uma boiada...organizada.